Hoping For Snow

Romance

Livro ler capítulo

Estatísticas:


0

Fotos


Ir para outro capítulo:

Publicidade

Capítulo

Tamanho da fonte:

Largura do texto:

Mudar cor do fundo para:

Escuro Claro

Tela cheia:


Hoping For Snow
O fantasma do primeiro natal juntos

- Clara, já vamos começar o "Papai Noel oculto"! - Sua mãe a chamava de volta para a sala de estar, onde estava cuidando de seu primo recém nascido. Clara pegou os dois copos de suco que havia acabado de encher e voltou para perto de sua família, que intimidava seu namorado. Se encostou na parede ao lado da porta e o observou por alguns momentos.  Ele sorriu para ela, seus olhos sendo obrigados a se fechar para dar espaço para o lindo sorriso que se desenhava em sua face.

Os pais de Caleb eram empresários e não poderiam passar o natal com o filho, e Clara viu essa como a oportunidade perfeita para apresentá-lo aos seus pais, então o convidou para passar o feriado com ela. O que não esperava, era que seus pais convidariam a família inteira para uma grande comemoração naquele ano.

Caleb tentara argumentar, mas ao ver a decepção nos olhos da namorada, não conseguiu. Ele prometera a si mesmo que ela seria a única pessoa pela qual se esforçaria. Ela, do seu ponto de vista, era a única que valia a pena. Viu em Clara, uma parceira para toda a vida, a pessoa que mudaria todo o seu mundo e o faria feliz. Nunca esteve tão certo. Os dois se tornaram inseparáveis, tanto para sessões intermináveis de filmes quanto para horas e horas de estudo.

Eles eram o casal improvável, só visto em filmes estadunidenses escritos por alguém com dor de cotovelo. Caleb era o aluno problemático que era expulso de sala pelo menos em cinco dos seis tempos de aula, e Clara, a nerd tímida que sabia todas as respostas para as perguntas dos professores (e as falas de todos os seis filmes de Star Wars). Eles se conheceram no início de 2010 quando a professora de história, cuja sanidade mental era duvidável, resolveu dividir os grupos para um trabalho sobre a Segunda Guerra Mundial. Clara não ficou muito satisfeita, pois era a única aluna responsável do grupo, e teria que fazer tudo sozinha. O que ela não sabia, era que Caleb havia se encantado pelo par de meias listradas que ela usava como luvas naquele dia, e isso o faria se esforçar um pouquinho para ajudá-la e, consequentemente, conhecê-la melhor.

Olhando para o passado e para o sorriso dele naquele momento, Clara soube que não queria se afastar dele nunca mais. Se sentou ao seu lado no sofá e deixou que ele a rodeasse com os braços e lhe desse um beijo no topo da cabeça. A noite de 24 de dezembro era chuvosa e dava de presente ao novo casal um clima mais próximo ao natal branco com o qual os dois sonhavam do que o tradicional natal quente brasileiro. O Papai Noel oculto teve início e logo na segunda rodada foi a vez de Clara.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.