Capítulo

Publicidade

Fotos


7

Minha cabeça ainda continua latejando muito, e o mundo está girando um pouco, mesmo assim me sento perto do cobrador, e é neste momento que descubro que a porcaria do ônibus que entrei não é o que me levaria para casa, exatamente.

Coloco os fones no ouvido e começo a ouvir “Forsaken” do Korn, enquanto observo a paisagem urbana, já molhada pela chuva que caí, destemidamente. Espero que ouvir um pouco de música, faça a dor interromper sua tortura em meu crânio.

O ônibus passa um pouco distante de onde moro, e somente na hora de descer, é que me lembro que deixei meu skate para trás. Droga! Mil vezes, droga! Ainda não entendo porque me assustei tanto. Já vi coisas piores em filmes e nos meus livros. Acho que é por ser algo real. Com certeza não foi um sonho, também não estava delirando por causa de alguma febre. Foi tudo muito real!

Suspiro profundamente, olhando a avenida que levara até a rua onde moro, cubro minha cabeça com o capuz da minha blusa, já que a chuva continua caindo, ainda bem que os relâmpagos diminuíram, consideravelmente.

Começo a caminhar, lentamente. Droga! Não gosto muito de andar! Por que esqueci meu skate? De qualquer maneira, preciso chegar logo no lugar mais seguro que conheço, ou então, posso ficar resfriada. Já estou sentindo um pouco de frio, por isso apresso meu passo.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.