Drama
26
6

Capítulo

Publicidade

CAPITULO VINTE E OITO

Para qualquer lugar que eu olhava, via a desgraça crescendo mais e mais. Meus olhos marejados procuravam desesperadamente por Igor enquanto meus ouvidos me diziam, mais uma vez, que Eduardo não estava atendendo seu celular. Lua se mantinha calma e apreensiva ao meu lado. Rezava baixinho para Deus proteger seu namorado de tudo aquilo e poder encontra-lo rápido.

Depois dos bombeiros apagarem parte do fogo, Lua e eu fomos ajudar a achar feridos no meio dos escombros.

Foi uma cena horrível, entre uma ligação para Eduardo e outra para Igor, tirei pedaços de concreto de cima de uma mulher, puxei um rapaz para longe do fogo e levei uma criança machucada para a ambulância. Quando me virei, Eduardo estava parado a poucos metros, de costas para mim. Caminhei apressada e toquei seu ombro. Nunca mais vou esquecer daquele abraço apertado de alívio e medo.

— O que houve, Elena?

— Eu não sei... ouvimos explosões e de repente tudo estava pegando fogo... – avisei iniciando o choro – Eu tentei te ligar, mas você não atendia... fiquei tão preocupada...

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.