Capítulo

Publicidade

O DOCE AROMA DE SANGUE

 

A lua cheia deslizava preguiçosamente sobre os farrapos de nuvens naquela noite calorenta de Outubro. Sob aquele céu na zona rural de São Luís, o velho João Damasceno caminhava a passos rápidos. Sua roupa se misturava aos vultos lançados pelos galhos das árvores ao caminho estreito que ia da Fazenda Santo Refúgio ao cemitério da região. Em sua cintura, o velho de sessenta anos carregava um facão amolado e oito cartuchos com duas balas cada, para recarregar sua espingarda fiel. Durante todo o caminho tortuoso, as folhas secas acompanhavam-no gritando sob o solar de sua sandália velha, partindo-se como os pensamentos que o incomodavam a ponto de obrigá-lo a deixar o aconchego de seu lar e o calor de Cristina. Os gemidos de prazer da jovem de apenas 16 anos, não deixavam de ser um combustível, mas o que lhe impulsionava mesmo era o fato de ter sua

Depois de algum tempo percorrendo aquela trilha, já às duas da manhã, Damasceno desabotoou sua camisa surrada e atirou-a longe. Fez o mesmo com o seu chapéu de palha e sua sandália. Colocou a espingarda no chão e se ajoelhou. Pegou uma porção de terra diante de si e fez o sinal da cruz. Benzeu-se por três vezes seguidas, enquanto olhava para a grande lua. Alguns metros à direita do velho, enfiada na terra preta, via-se uma estaca ostentando uma pequena placa. Nela, se João soubesse ler, notaria escrito com carvão em letras tortas e garrafais: "CEMITÉRIO SÃO CIPRIANO". O velho ficou de pé, engatilhou a espingarda e com firmes passadas, seguiu adiante.

[...]

falando sério cara, foi desse jeitinho que aconteceu.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.