Filhos do Alvorecer

Aventura

Livro ler capítulo

Estatísticas:


0

Ir para outro capítulo:

Publicidade

Capítulo

Tamanho da fonte:

Largura do texto:

Mudar cor do fundo para:

Escuro Claro

Tela cheia:


Filhos do Alvorecer
prologo

- Preparem suas espadas! – Miguel, o arcanjo da luz e príncipe dos arcanjos comandava um exército de anjos querubins preparados para lutar até a morte. O solo santo do campo de batalha estava coberto pelo sangue dourado de milhares de anjos mortos, as tropas contrarias estavam em desvantagem, mas possuíam a escuridão ao seu favor, as auras dos anjos rebeldes era do mais puro negro e suas asas se tornaram gravetos de ossos enegrecidos, suas faces se contorceram e os olhos desapareceram sua forma de visão era o olfato, eles sentiam o cheiro do sangue divino correndo nas veias dos anjos puros.

- Miguel, estamos ganhando, por que você ainda deseja lutar? – Uriel, o arcanjo da luta e príncipe dos querubins estava coberto pelo seu próprio sangue e segurava sua espada na mão direita com dificuldade. Seus cabelos prateados estavam manchados de dourado por um corte de lamina na nuca.

- Temos que abrir espaço até o portal, os outros arcanjos estão a nossa espera para descermos até a terra. – Miguel segurou seu cetro com força e inclinou-o na direção de uma nuvem negra que se aproximava, aos poucos o corpo dele foi tomando um tom iluminado de dourado e tudo em sua volta se incendiou em uma grandiosa luz que dissipou a nuvem. – Não temos muito tempo. – Ele já estava cansado, o uso extremo de seus dons estavam matando-o.

- Se assim desejas. – Uriel curvou-se e partiu em um voo rápido em direção as velhas construções que rodeavam o campo de batalha. Cada torre destruída era o lar de um arcanjo, apenas uma se mantinha em pé, a lustrosa torre de Gabriel, arcanjo do fogo e príncipe dos vulcões. – Gabriel, precisamos de você.

- Uriel, eu esperava outro arcanjo mais sublime, não você. – Gabriel surgiu de entre dois pilares, ele despojava suas enormes asas vermelhas que representavam sua habilidade, a arte das chamas.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.