Capítulo

Publicidade

Capítulo 13: O buquê

Capítulo 13: O buquê

Dentro dos olhos de Santino havia algo a mais do que aquela seriedade superficial e eu senti no tom de sua voz que o que ele tinha para falar era algo grave

Dentro dos olhos de Santino havia algo a mais do que aquela seriedade superficial e eu senti no tom de sua voz que o que ele tinha para falar era algo grave. Um gelado percorreu a minha espinha, acentuando-se na lombar.

-- Fala. - Respondi com a voz temerosa e um leve mordiscar dos lábios.

-- Vicenza... A verdade é que... Eu preciso de você. - Santino ergueu as sobrancelhas. Meu coração galopou, frenético e pareceu que a atmosfera ao nosso redor se fechou, acentuando o peso de sua sentença. -- Se ficou ofendida com o que aconteceu no quarto de hotel em Moscou, eu compreendo e peço minhas sinceras desculpas. Não tiro sua razão, mas eu preciso que você seja a minha noiva. Não seja fria e distante como foi no dia seguinte, cheguei em casa e minha mãe estava neurótica, me encheu de perguntas. Eu preciso que você cumpra sua parte nesse acordo.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.