Silhuetas na Penumbra - Contos

Conto

Livro ler capítulo

Estatísticas:


3

Fotos


Ir para outro capítulo:

Publicidade

Capítulo

Tamanho da fonte:

Largura do texto:

Mudar cor do fundo para:

Escuro Claro

Tela cheia:


Silhuetas na Penumbra - Contos
Elos de Sangue

Eu era apenas um garoto quando fui transformado, mas a minha idade não importou para eles. O sangue doce e saudável os atraiu e minha burrice de estar no lugar errado na hora certa facilitou para eles. Agora sou apenas mais um caminhando com um bando sem alma e sedento sobre a terra.

Houve uma época na qual tentei conviver com os humanos, mesmo com tantas limitações. Quando eu era mais jovem, conseguia andar sob o sol, minha regeneração era rápida, mas com o tempo comecei a demorar mais para me curar e o sol enfim se tornou meu maior vilão. Não me arrependo das vidas que poupei na época, mas foram poucas comparadas às tantas outras que me serviram de alimento até agora. Assim como a regeneração, minha fome também mudou com o tempo, eu me tornei cada vez mais insaciável, logo ficou impossível controlar os instintos. Jordan fala que ainda estou na infância e não tardará até que eu consiga conter o frenesi, porém já faz tanto tempo que ando com eles que não tenho vontade de controlar meus ímpetos. Confesso não tentar mais ser como antes, pois o sangue misturado ao desespero é

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.