Capítulo

Publicidade

SAUDADES

Sei que serei esquecida
Assim como a lei do mundo
Um sonho doce e amigo
Que dura apenas um segundo
Amizades e amores
Dois sonhos que se vão
E duram apenas saudades
Saudades de você em meu coração.
A saudade é sede que mata
Vai matando aos poucos
O coração do ser apaixonado
Mas amar ainda é belo
Quem tanto ama
Um dia será amado!
Saudades têm de ti
E um dia sei que chegara ao fim
Pois quem tanto tem saudade
O esquecimento não tarda
É hora de viverem novas vidas
A saudade no peito de quem ama
É a medalha de quem conquista
Como um troféu ofertado ao ser que estima!

 

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.