Kepler - três sóis, dois povos

Ficção Cientifica

Livro ler capítulo

Estatísticas:


5

Ir para outro capítulo:

Publicidade

Capítulo

Tamanho da fonte:

Largura do texto:

Mudar cor do fundo para:

Escuro Claro

Tela cheia:


Kepler - três sóis, dois povos
Capítulo 01 - Nascimento

Uma grande ave sem asas pousou no meio da relva da clareira sagrada. Sua cauda era avermelhada e fluía como água, mas, quando pousou, essa cauda estranhamente desapareceu. Em seguida, de dentro da ave, saíram vários filhotes de um olho só e revestidos por uma pele branca estranha. De longe, esses filhotes pareciam vermes e em nada se pareciam com a mãe.

- Não deveríamos ir embora, Kukara? - perguntou Woloru, tenso.

Kukara e Woloru, seu irmão mais novo, ocultos por arbustos, estavam coletando frutas na floresta quando a enorme ave pousou com um barulho enorme e estridente. Curiosos, ambos ficaram a observar aqueles filhotes que, ao contrário dos animais que conheciam, pareciam muito ágeis. Iam e voltavam de dentro do ventre da mãe trazendo coisas desconhecidas.

- Deixa de ser medroso - Kukara balançou a cabeça negativamente.

A garota estava fascinada por ver o nascimento daqueles filhotes. Diferentemente do medroso do seu irmão Woloru, Kukara estava extremamente empolgada. Era muito comum para ela sair para locais inexplorados e caçar animais muito mais amedrontadores do que aquela ave bizarra.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.