Capítulo

Publicidade

Prólogo

Mais um dia de trabalho concluído. A noite caiu escura e chuvosa na Estrada do Tinteiro. Raul caminhava com dificuldade pelos buracos no asfalto até a sua casa. O guarda-chuva não o estava ajudando muito.
_ Pra quê que eu fui comprar essa merda na Uruguaiana... - resmungava enquanto lutava contra o vento e a água entrando nos sapatos.
Em poucos minutos ele estava em casa. Para seu desagrado, tudo estava apagado e um silêncio triste pairava no ar. Pôs seu guarda-chuva num canto ao lado da porta e caminhou lentamente até o cômodo mais próximo, a cozinha. Acendeu a luz e verificou o fogão. A comida estava fria. Isso o deixou chateado. Será que sua mulher havia dormido antes de esquentar a janta? E seus filhos, será que tinham jantado? Talvez o tempo estivesse tão frio que acabou esfriando as panelas.
Um som estranho o fez atentar para a sala. Tudo estava muito quieto, e nem o

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.