Drama
29
5

Capítulo

Publicidade

CAPITULO VINTE E DOIS

Eu estava com mãos e pés amarrados à parede por uma corda.

O depósito de lenha estava vazio e aparentemente limpo.

Apenas uma pequena janela de madeira, com o vidro quebrado, permitia que a luz do sol entrasse.

Minha cabeça latejava, meu corpo tremia e meus olhos procuravam uma saída.

— Eu faço tudo por você, Anna Elena e é assim que me agradece? Fugindo?

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.