Drama
35
7

Capítulo

Publicidade

CAPITULO DEZESSETE

 Eu estava de licença naquele dia e acordei desejando não ter que passar por aquilo. Seria doloroso demais encontrar meus pais depois de tudo que aconteceu, mas era preciso, eu não poderia fugir.

Tentei colocar uma música para ver se me distraía um pouco, mas nem isso adiantou. Me arrumei e bati na porta do apartamento na frente da minha. Eduardo me recebeu com seu sorriso sapeca que logo se desfez.

— O que houve, Elena?

— A audiência é hoje... Eu sei que você está ocupado, mas... preciso de um abraço...

Recebi um abraço apertado que só ele sabia dar e em seguida, um beijinho na testa.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.