Anty

Conto

Livro ler capítulo

Estatísticas:


3

Fotos


Ir para outro capítulo:

Publicidade

Capítulo

Tamanho da fonte:

Largura do texto:

Mudar cor do fundo para:

Escuro Claro

Tela cheia:


Anty
Capítulo 1

O ônibus parou aos solavancos. Vinha em tão alta velocidade que por pouco os passageiros não foram arremessados para frente quando o motorista desacelerou de uma vez. Eu estava sentada nas primeiras poltronas e consegui escapar pela porta dianteira antes que começasse a confusão de reclamações e arruma-arruma. Não iria conseguir ficar mais nenhum segundo dentro daquela lata de sardinha.

Assim que meus pés tocaram a calçada, senti minha cabeça doer. Eu acreditei que sentiria o ar puro entrando pelos meus pulmões, mas, ao contrário, senti o desespero pela falta de ar. Meu cérebro demorou mais do que era aceitável para reconhecer a atmosfera de casa, e eu tive que me esforçar para não cair tonta. Droga.

Antes de chegar, não havia passado pela minha cabeça que eu teria dificuldade em voltar a me acostumar com o ar rarefeito e frio de onde passei minha vida inteira. Estava no vale, no sopé da montanha, a metros de altitude. Eu havia passado um ano longe, em um lugar com o ar bem mais respirável.

E, por mais que me recusasse a acreditar, estava despreparada para aquela volta.

Mas eu teria que me acostumar, e logo, já que teria que subir mais uns bons metros na direção do cume da montanha.

...
...
...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.