Drama
59
9

Capítulo

Publicidade

Capitulo dedicado à: CAPÍTULO DOIS


CAPÍTULO DOIS

Eram cinco e quarenta da manhã quando paramos as viaturas na frente da casa.
Igor, Tomas e eu fomos na frente dos outros policiais. Silenciosamente estouramos o cadeado do portão. Tomas foi o primeiro a invadir o quintal, atravessou-o correndo e se escondeu na parede lateral da casa. Igor foi o segundo, correu e se protegeu atrás de Tomas. Esperei pelo sinal deles para iniciar minha corrida e no meio do caminho meu colete a prova de balas se soltou, sussurrei um palavrão e continuei correndo. Fui surpreendida pelo barulho de vidro quebrando e disparos de arma de fogo, curvei meu corpo para baixo, estava tentando me proteger dos tiros enquanto corria para me esconder. Caí de lado sobre a grama e senti a temperatura do meu corpo aumentar na região abdominal, coloquei a mão e a vi vermelha. Levantei e continuei a correr, senti mais algumas dores naquela região, mas consegui terminar a travessia me jogando aos pés dos

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.