Corações Marcados

Romance

Livro ler capítulo

Estatísticas:


2
0

Ir para outro capítulo:

Publicidade

Capítulo

Tamanho da fonte:

Largura do texto:

Mudar cor do fundo para:

Escuro Claro

Tela cheia:


Corações Marcados
Capítulo 10

Vítor

Levei Elena ao cinema em nosso primeiro encontro. Mas nos beijamos pela primeira vez uma semana antes desse dia. O beijo aconteceu poucas horas após termos nos conhecido. Depois de alguns minutos de troca de olhares e sorrisos entre nós, na estação da CPTM, aproximei-me dela e lhe ofereci um chocolate. Ainda me lembro com nitidez de suas palavras: “Chocolate branco é o meu preferido”.

Nossa conversa fluiu de forma natural como se nos conhecêssemos há tempos. Os trens foram passando, perdemos vários. Perdemos também as aulas em nossas respectivas faculdades. Entramos no mesmo vagão. Eu iria até Osasco; Elena desceria em Pinheiros. Sentamos um ao lado do outro. Quando toquei seu rosto, soube que estava perdido. Ou melhor, eu me encontrei. Porém, nada me preparou para a explosão de sensações que aconteceu assim que nossas bocas se uniram. Minha língua dançava junto com a dela num ritmo intenso, mas cheio de sincronismo. Tínhamos o encaixe perfeito. O timing exato. E não conseguíamos parar de nos beijar. Acabei descendo junto com ela em Pinheiros. Caminhamos até uma parede mais escondida da estação e a sessão de beijos recomeçou. Quanto mais sentia seu gosto, mais queria provar dele.

É no beijo da minha moreninha que estou pensando desde ontem.

Desejei destruir tudo quando Douglas, o imbecil, a beijou. Quis parti-lo ao meio, isso sim! Fiquei a ponto de urrar que aqueles lábios carnudos e macios eram só meus. Mas, então, seria o troglodita que a avó de Elena, certamente, acredita que sou. Além do mais, não tenho nenhum direito sobre Leninha. Nada ficou acertado entre nós. Estávamos muito próximos e ao mesmo tempo tão distantes quanto no período em que estivemos longe um do outro.

...
...
...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.