Capítulo

Publicidade

Fotos


Prólogo

"BURRA! BURRA! BURRA! Você é muito burra mesmo, Rayna! É sério! Já nasceu alguma garota mais idiota? Sua tonta! O que deu em você para vir aqui? Pra começar, foi uma ideia estúpida viajar a este planeta horrível! Não era nada disso que imaginava, era? Konthara não é como nos livros. Está longe de ser a terra encantada da fantasia! É o inferno, isso sim! Poderia estar em casa agora, longe deste pesadelo. Mas não! Em vez disso, a pateta está aqui neste lugar quente e imundo. Imbecil! Por que não foi embora quando teve a chance, hein, hein?… Ai, eu quero a minha mãe!"

Encolhida nas sombras, imóvel e temendo fazer algum ruído que pudesse denunciar sua presença, a menina lutava para abafar o choro, cobrindo a boca com as mãos. Lágrimas lavavam-lhe a face suja de poeira à medida que era tomada por soluços incontroláveis e brigava consigo mesma por causa de suas escolhas.

Escolhas que a levaram até ali.

Cerca de uma hora e meia atrás, subira pela escada de incêndio enferrujada da construção ao lado, atravessara uma passarela ligando os dois prédios, entrara por uma janela quebrada no sexto andar, rastejara-se ao longo de corredores escuros e infestados de ratos e insetos e chegara a um imenso salão circular aparentando mais um anfiteatro. Um grupo de pessoas reunira-se ali, e a jovem, seguindo um homem suspeito, chegou a esse lugar sombrio e abandonado esperando encontrar respostas para os crimes que testemunhara. Até aquele momento, quase morrera numa explosão, seus companheiros haviam sido barbaramente assassinados, escapara de criminosos, fora seguida por um alienígena e assaltada e caçada por uma gangue de mestiços violentos pelas ruas daquele bairro afastado e deserto.

Agora, de um andar superior, a garota observava, horrorizada, os corpos dos dois homens executados a sangue-frio minutos antes. Escorrendo pelo palco, o líquido rubro pintava uma obra de arte macabra, enquanto os participantes da sinistra reunião deixavam aquele local.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.