Capítulo

Publicidade

Capítulo 30

POV Christian

Paro o carro em frente a minha casa e o silêncio da vagalume me deixa nervoso.  Seus olhos estão enormes e sua boca levemente aberta. Está olhando tudo em volta e estou com medo dela surtar.

- Não matei nenhuma arvore sua. Tomamos todo cuidado para retira-las e replantei nas laterias.

Explico antes que as coisas piorem. Fico  esperando qualquer palavra, olhar, surto, mas nada vem e fico ainda mais preocupado.

- Fala alguma coisa, por favor!

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.