Capítulo

Publicidade

10 - O palácio verde

 

 

 

Uma cavalaria deixou a cidade pela manhã, e agora marchava para as proximidades de uma floresta senhorial, a maior dentre elas, chamada de Palácio Verde; possuía as árvores mais altas e era o habitat de diversos animais. Local agora marcado pelo conflito com o povo beluíno mais cedo. Entre os homens, Malik e Barthian seguiam na frente. Fora os arqueiros, eles levavam escudos nas costas, feitos de madeira e de ferro nas bordas arredondadas. Continham o desenho dum sol rubro, com raios aleatórios.

Pararam à entrada da mata, prendendo seus cavalos. Enquanto Malik amarrava seu animal de pelagem dourada em um dos muitos postes de madeira que ali havia, específicos para essa finalidade, ele olhava para Barthian. Durante a maior parte do percurso, mal trocaram uma única palavra. Sempre que o encarava, deparava-se com uma feição sisuda do homem, o que o intrigava. Aproximou-se dele.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.