Capítulo

Publicidade

Fotos


Capítulo 72

Heyder me ofereceu pistolas e eu recusei. Já que dei uma de "senhora de tudo e sei o que faço", usei meu cérebro para tirar o máximo do que eu tinha. E eu tinha o vento e o clima em meu favor.

— Quero facas e uma lança. – pedi olhando o arsenal de armas que estava disposto à nossa frente – Aquela ali. – apontei para uma grande lança prateada.

Heyder me entregou a lança e eu pude sentir o peso dela em minhas mãos, era maior que eu, devia ter cerca de um metro de oitenta de altura e uns três centímetros de diâmetro, a ponta em forma de seta era achatada. Não conseguia precisar o material dela, mas não era muito pesada, serviria perfeitamente. Era isso, eu podia não ter sido treinada com os padrões atuais da Floresta, mas não iria atrapalhar à guerra. Já havia confrontado inimigos nos meus tempos áureos e precisava reativar esse meu lado se quisesse vencer esta guerra. E eu iria vencê-la, eu precisava focar apenas nisso.

Os dois jipes estavam prontos, com todos os suprimentos que precisávamos mais que suficientes para aquela empreitada e, antes de nós sairmos, Koll retornou com notícias.

— A rota que traçamos, seguindo direto em direção ao Território, está obstruída. – informou – segundo Avel, o carvalho principal foi derrubado ontem à noite e é impossível atravessar.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.