Fantasia
17
1

Capítulo

Publicidade

Entre bruxos e bruxos

A sensação que eu tive quando mergulhei no mapa foi a mesma da Alice (do País das Maravilhas) caindo na toca do coelho, mas em uma velocidade bem mais rápida. Como se estivesse caindo em um túnel onde não se via o fim. Que parecia não ter fim. E pior: que não dava para enxergar absolutamente nada.

Crack! Nhám!

Som de madeira partindo e molas rangendo.

Levou uns segundo para o meu cérebro decifrar que eu estava estirada em cima de uma cama de casal velha e mofenta... de algum quarto. Sentei na cama olhando ao redor. Parecia um quarto comum. Só que tudo era velho e feio: a cama, o baú num canto da parede, o espelho rachado em cima do toucador. A janela tinha os vidros quebrados.

Duas baratas passeavam pelo chão e um rato parou no meio do caminho e me fitou com seus olhos vermelhos (esquisito). Era como se aquele bicho nojento estivesse analisando um OVNI. O rato então desapareceu em um buraco aberto ao lado do toucador.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.