Capítulo

Publicidade

O 13° ANDAR

Jones começou seu emprego de vigilante noturno em um edifício antigo, no centro de Nova Orleans. A sala dos funcionários era no 13º andar e ficou fechada por pelo menos 15 anos, porque o último vigilante que se aventurou a trabalhar ali dentro, havia se matado.

Já estava há dois meses no trabalho e todo dia, quase que exatamente às 03 da manhã, a campainha da sala toca e nunca tem ninguém. Jones olhava as câmeras de segurança do lado de fora e realmente não era ninguém que estava lá.

Outro dia, Jones estava observando as câmeras de segurança, quando viu seu rosto e o de mais alguém atrás dele, refletido na tela do computador. E para desespero do jovem segurança, não tinha ninguém atrás dele quando o mesmo se virou.

Desesperado, Jones riu de nervoso e só não teve um infarto ali mesmo, porque já eram quase 03 da manhã e estava pra começar o Circo Psicótico, com as histórias assustadoras do palhaço taquicardia.

O jovem segurança respirou fundo, afastou a cadeira, colocou os pés na mesa e começou a assistir ao programa, sem se incomodar com os toques incessantes da campainha do lado de fora.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.