Capítulo

Publicidade

Novo Capítulo 01

Conto protegido pela lei 9.610

Tábata

Acordo com gritos altos no meio da noite sei que é minha mãe e sei o que está acontecendo, é rotineiro. Levanto depressa e saio do quarto meio grogue por causa do sono, sigo os gritos agora abafados até o quarto dela. Sem cerimônia alguma entro e ja tenho a visão dela deitada de bruços na beirada da cama enquanto o homem nojento aperta sua cabeça contra o colchão e soca forte. Caminho rápido até ele e soco suas costas mas ele não liga, apenas joga a cabeça para trás e geme alto. Ele sua muito e o fedor de álcool é forte demais.

Tábata: Para com issooooooo! Você vai matar ela! Vem pra cima de mim canalha vem! - ele para o que está fazendo e solta a cabeça da minha mãe que levanta como pode e respira fundo - Eu tenho ódio de você! Você deveria morrer em uma valeta qualquer por aí seu imundo! - digo alto e libero lágrimas junto a soluços

Miguel: Que é caralho?! Quer entrar na brincadeira?! - ele sorri sarcástico e é notável que não liga pra nenhuma das palavras que acabei de dizer. A droga e o álcool estão alto demais em seu organismo para que ele possa assimilar alguma coisa

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.