Capítulo

Publicidade

040

molho

No depósito, iluminada por uma fraca lâmpada de 25 watts, sentada sobre um latão de dez litros de molho de tomate, Manoela repassava a vida enfadonha. Não a vida, mas o relacionamento. E mais especificamente, aquelas últimas semanas que reuniam a maioria dos seus desencantos. A razão se chocava com a emoção, lágrimas colidiam com a sobriedade. Dor se juntava a um desespero crescente, e tudo isso a empurra para tomar uma decisão. Tentava decidir se ainda valia a pena manter o casamento, mas havia um conflito interno. Causado por ela? Pelo marido? Pelo destino?

“Meu Deus! Ele transa com qualquer um: homem, mulher, travesti… Será que também com animais? Crianç…”.

Rechaçou o pensamento por ser visceral demais para o seu cérebro. Mas a quase certeza a amargurava. Por isso tantas lágrimas.

“Me sujeito pouco? Não sou atraente para ele? Droga!”.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.