Capítulo

Publicidade

IMUNDÍCIE POÉTICA

Robert e Cely foram advertidos pelo seu deus, que se manifestou para eles em sonho, que quando fundassem sua igreja disfarçando-a de protestante, a não terem vícios. Mas quando conheceram o álcool e o fumo, se entregaram a eles de uma forma nunca dantes imaginada, pois um era tão viciante, quanto o outro.

Também foram advertidos pelo seu deus em sonho, para que não se entregassem aos prazeres do corpo, porque ele estava voltando. Mas quando conheceram a gula, a luxúria e a avareza, deglutiam, fornicavam e se cobriam com roupas luxuosas dos pés à cabeça com o dízimo dos fiéis, pois um era tão viciante, quanto o outro.

Isso tudo fez com seu deus ficasse profundamente irritado com Robert e Cely, vindo para este plano material pessoalmente, apenas para puni-los com uma vida muito pior do que a que viviam se alimentando.

Eles foram condenados a se banhar em lavagem de porco, além de comer fezes, beber urina e praticarem canibalismo, devorando vivos os bebês uns dos outros que vierem ao mundo.

O deus deles fez isso, apenas para mostrar aos demais membros da igreja, que com Lúcifer, não existe livre-arbítrio.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.