Capítulo

Publicidade

035

pexels-photo-3714743

Eram 2h da manhã e Samara estava em uma sala do hospital, tentando compreender o que fazia de sua vida. Ela não conseguia ter uma vida social e tratava muitas coisas de forma mecânica, com pouco ou nenhum afeto. Isso a acompanhava desde a época do colegial, passando pela época da faculdade, chegando ao período atual de trabalho. Talvez pelo seu foco em progredir?

“Quem sabe?!”

Ela não tinha tanta certeza. Apenas seguia a vida assim, sem raízes e com poucas realizações.

A médica abriu a bolsa e pegou o frasco com comprimidos. Ela arrancara o rótulo para que não fossem identificados facilmente. Sempre que a questionavam sobre o medicamento, explicava que era para enxaqueca. Na mão colocou um, mas hesitou por um momento, e pegou o segundo. Colocou-os na boca e, ao lado da pia ambulatorial, pegou um copo com água. Eles sempre estavam à disposição, e ingeriu as drogas. Recostou a cadeira na parede e sentou, respirando fundo. Foram instantes para que o efeito, como o de um orgasmo, explodisse em seu cérebro. Fechou os olhos para apurar mais a experiência. Durante 15 minutos ela saboreou momentos de um prazer solitário, que foi interrompido com a chegada do rapaz:

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.