Capítulo

Publicidade

PRATIQUE A CARIDADE

Está solteiro? Está solteira? Tem alguém que desperta certo interesse em você? Dê uma chance a essa pessoa de saber se ela desperta em você, o mesmo que despertou nela. Mas faça isso sabendo que nem você nem ela são perfeitos e que também não existe “a pessoa certa”. Esse termo é uma criação da nossa mente, que usamos para passar o resto da vida pulando de relacionamento em relacionamento. Mas por incrível que pareça, a pessoa certa, aquela de nossos sonhos, que tem os mesmos gostos que os nossos, também existe: são nossos amigos.

Casais, para serem eternos, precisam ser opostos e diferentes, para poderem se encaixar, como duas peças desses brinquedos de montar. Por isso não fique o tempo todo de joelhos dobrados, esperando que a pessoas dos seus sonhos (que geralmente muitos cristãos, quando apresentam-na diante de Deus o seu modelo de pessoa ideal, a colocam-na cheia de qualidades tipo, “tem que ser, tem que ter”, etc.) caia do céu ou venha até você, conduzida pelos anjos. Lembre-se do velho ditado que diz que dois bicudos não se beijam.

Um conselho: namorem muito até encontrarem a pessoa que vai pegar sua vida e dar uma bagunçada geral nela, fazendo você descer do salto muitas vezes, para ir até ela. Mas também não faça de seus relacionamentos um parque de diversões, pois com sentimentos não se brincam. Seja uma pessoa adulta o suficiente para começar um relacionamento e seja mais adulta ainda para terminá-lo, principalmente se o seu objetivo no momento não é o de seguir por todas as etapas até o casamento. Lembre-se de que existem casais que namoram anos e depois de se casarem, se separam com meses, e existem casais que namoram meses e estão juntos há vários anos.

Lembre-se também que seu objetivo como cristão é o de levar a Igreja para o mundo e não trazer o mundo para a Igreja, através principalmente de seus exemplos. Namore, mas exclua o “ficar”; conheça, mas evite ir além. E se for, vá consciente e tomando todos os cuidados. E se o seu parceiro ou parceira não forem do mesmo credo que você, não o obrigue a vir de maneira brusca para sua igreja, pelo contrário: traga-o aos poucos e busque um ponto em comum onde ambos possam concordar com algo. À parte isso, namore e beije bastante, mas sem deixar de ser quem você é. Amar brota da alma; se apaixonar nasce na mente.

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.