Capítulo

Publicidade

Fotos


Capítulo 29

- Espere. – pediu ele, confuso - Não consigo compreender. Vaguei por séculos na Floresta e não encontrei nenhum dragão, ninguém nem mesmo com sangue de dragão e agora você me diz que há dragões aqui? Está querendo zombar de mim?

- Durante séculos você foi uma lenda, Grande Escuro. – respondeu Aryana serenamente, enquanto entrava no quarto – Vossa Alteza diz que vagou pela Floresta, mas jamais foi visto por nenhum ser vivente até o dia em que Lana retornou a Sídhenem na Floresta, nem no mundo dos humanos. Nossa Inteligência o procurou por séculos. Assim como estivemos atentos a cada sinal de que a profecia sobre o retorno dela se cumpriria e prezamos pela sua segurança, jamais conseguimos lhe encontrar.

Ok. Desde quando Sídhe tem uma Inteligência? Isso é, temos espiões? Como a CIA e a MI-6? Santo Cristo, o que exatamente eu perdi nesses trezentos anos? Tudo bem que três séculos é um longo período de tempo, mas... temos uma Inteligência?? Estou cada vez mais estupefata com as mudanças de Sìdhe.

Ciaran permaneceu um tempo com o cenho franzido, absorvendo a informação que, convenhamos, era bastante intrigante. Eu também tentava, em vão, compreender o que acontecera a nós dois. A cada pedaço desse quebra-cabeças que se encaixava, só rendia mais confusão mental para mim. E acredito que com ele não era diferente.

- Eu fiquei preso em um vale. – começou ele recordando o que acontecera após meu rompante louco e assassino – No início, logo após a maldição, eu explodi, acordei no meio da floresta, acreditei que minha terra havia sido totalmente dizimada. A vegetação ao meu redor havia sumido em um círculo perfeito, havia só o solo queimado. Levantei e comecei a analisar o ambiente em minha volta, havia ruínas a uma certa distância, e tudo mais era floresta, exatamente como a Floresta. Eu fui até as ruínas e reconheci meu castelo, o povoado, nossas forjas, as lojas, até as carruagens no meio da rua... tudo destruído não havia sinal de uma alma viva sequer. Era como se sua maldição tivesse acabado com toda a vida da Floresta. – ele me encarou e, pela primeira vez, pude ver a angústia e a desola&cced

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.