Capítulo

Publicidade

O JANTAR DAS BRUXAS

Luke era um garoto que não gostava de comer nada que fosse saudável. Seus pais, negligentes e preocupados apenas em trabalhar mais, para dar luxos à criança, nunca lhe negavam nada. Por isso deixavam o garoto comer de tudo o que quisesse, para compensar suas ausências e responsabilidades em nome da boa vida.

Um dia,  Luke estava vindo da escola, pois o motorista estava ocupado com a mãe dele no shopping, ajudando-a a carregar várias compras, quando uma simpática senhora passou cheia de sacolas de supermercado. Ela pediu ajuda ao garoto com as compras e em troca, ela iria lhe dar deliciosos doces.

Luke, tomado pelo forte desejo de guloseimas, tratou logo de ajudar a senhora e, assim que adentrou na casa dela com as sacolas, recebeu uma forte pancada na nuca. Ele deu um grito abafado, largou as sacolas no chão e tudo ficou escuro.

Quando acordou, o garoto estava numa sala onde outras crianças estavam presas, sentadas em pequenas e apertadas gaiolas, com enormes funis de alumínio em suas bocas, sendo alimentadas o tempo todo por uma máquina.

A aparência das outras crianças eram puto terror: pareciam que não dormiam a semanas, recebiam comida diretamente no esôfago por uma máquina, não podiam se mexer devido ao peso e seus olhos lacrimejavam, pois sentiam dores nos ossos durante todo tempo.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.