Capítulo

Publicidade

Novo cliente

Maia

Como eu estava cansada. Então resolvi relaxar em minha banheira enorme, cheia de espumas e a água morna. Meu último cliente tinha sido um ogro, pelo menos me encheu de joias caras, fora o pagamento maravilhoso que recebi.

Meu telefone tocou e quando olhei vi a cara do Ruy brilhar na tela. Decidi não atender. Afundei a cabeça na água e fiquei até meu fôlego acabar. Infelizmente ele era insistente, e se eu conhecia bem esse imbecil, ele ia insistir até que eu atendesse. A menos que eu desligasse o celular, mas se fosse sobre trabalho seria pior.

Quando o celular tocou outra vez, eu atendi.

— O que é, Ruy? Estou relaxando, será que não posso?

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.