Capítulo

Publicidade

O ABORTO

Celeste tinha se apaixonado e entregue sua pureza para aquele a quem lhe fez mil juras de amor: Daniel. Mas quando ele descobriu que ela estava grávida, foi embora para nunca mais voltar, pois esse romance nunca fora levado a sério por ele. Sem contar que Daniel já estava comprometido com outra.

Assim que soube da partida de Daniel, Celeste entrou em desespero, pois sua família era por demais religiosa e não a aceitaria dentro de casa como mãe solteira.

A cada dia que se passava, aquela situação parecia não ter fim, pois sua barriga crescia e Celeste não conseguia mais esconder a gravidez de seus parentes, porque eles estavam desconfiando dos enjoos.

Foi aí que a jovem tomou a pior de todas as decisões: retirar a criança de seu ventre. Mas nada do que ela fazia, dava certo. Celeste tentou chá de losna, chá de cravo e até citotec, mas não conseguia retirar aquela criança de dentro dela, de nenhuma forma.

Logo a família de Celeste descobriu e ela não tendo mais como retirar a criança do seu ventre, muito menos suportar os pesados julgamentos de seus parentes, pegou a arma que o pai guardava em seu escritório, atirou duas vezes no próprio ventre e em seguida atirou na própria cabeça, espalhando os miolos pelas paredes.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.