Capítulo

Publicidade

Uma Amiga Inesperada

O despertador tocou tirando-me de um sono leve. Sentei na cama e as luzes se acenderam lentamente. Olhei envolta para as paredes acinzentadas do meu quarto e bocejei, me espreguicei e fui cambaleante até o banheiro onde tomei um banho quente e longo. Vesti meu uniforme e me dirigi à cozinha onde minha filha, Manu, comia com uma de suas namoradas. Cumprimentei–a e fui servida um copo de café.

— Dormiu bem?

— Dormi melhor hoje. — Sentei-me. — Acho que agora a dose está certa.

— A senhora está tomando remédio para dormir?! Se Manu tivesse me falado antes eu a teria dado umas ervas para fazer chá. Muito melhor que esses comprimidos.

— Não se preocupe, meu médico disse que são seguros.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.