Capítulo

Publicidade

Capítulo-5

Como você consegue lutar com um inimigo invisível? Como você combater sombras? Como lutar com seu pior inimigo? Como Vencer uma guerra que seu inimigo é você mesmo? Como? Como podemos atacar algo que não existe no mundo material? Como lutar com um monstro imenso, destrutivo, violento que tem mais cabeças que as que vivem na cabeça da medusa? Um ser intelectual, passional, algo mais destrutivo que o fogo? Como lutar contra um sentimento do povo. Não há como! A revolta da população é algo inevitável, o povo é o único ser que destrói e reconstrói uma nação.


 

As ruas já quase sem vidas gritavam pelo clamor, gritavam por clemencia de um rei que já não estava mais entre eles. A cada minuto que se passava o rei se isolava mais e mais. Algumas das historias que corria pelas ruas é que o rei tinha fugido, outras diziam que ele tinha se matado, Na verdade ninguém sabia o certo que estava se passando.  E a cada minuto que se passava, cada rua que as vozes passeavam, a cada ponto que se aumentava no conto, a cada insatisfação mais o desespero batia na porta do palácio. O sentimento de solidão era a única coisa real que sussurrava.

O rei estava velho, sua fisionomia já decadente, estava pálida. Seu corpo estava mais magro que antes, como se o diabo tivesse lhe levando de quilo a quilo. Suas roupas não mais lhe cabiam, a única que ainda lhe cabia, estava suja, já fazia meses que ele não as trocava. Suas unhas grandes cheias de sangue e nojeiras, já estavam amarelas, quase camufladas com o ouro revestido no trono, que já estava reluzindo tolices, mas mesmo assim continuava ali, parado, sentado, ancorado em um porto que estava destruído por não ter navios ou peixes.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.