Capítulo

Publicidade

Capítulo-3

Nem tinha amanhecido direito, nem o galo tinha acordado para cantar.  Em um lado da cidade os lordes dormiam e suas camas fofinhas e limpinhas. E no outro lado homens, mulheres, crianças, ratos dormiam em suas camas de pedras, fenos e carrapatos sonhando como fosse seu único direito como pessoa sonhar.  Mas nem todos estavam dormindo, alguns guardas faziam a guarda dos portões da capital.

Guarda 1- Meu deus, que noite é essa que não acaba logo!

Guarda2-  reclamas muito, esse é serviço mais fácil que poderíamos  arrumar.

Guarda 1- É eu sei. Mas hoje está muito frio, até parece que a morte está chegando.

Guarda2- Ai fala besteira. A morte já chegou, e já faz um tempo.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.