Capítulo

Publicidade

IRMÃ DOLORES: ENTRE A VOCAÇÃO E O PRAZER

Era uma sexta-feira em New Hampshire que chovia, mas chovia muito. Não havia muitas possibilidades para Jeremy encontrar um lugar para se proteger desse pé d'água, pois estava longe de casa. Mas esse longe era um lugar conhecido, pois ele já esteve ali outras vezes e já convivia com as pessoas daquele lugar. O único abrigo contra aquele temporal, era na casa de Charlotte, uma amiga de muitos anos que morava em Los Angeles e se mudou recente para Manchester, pelo qual ele sempre tinha muito contato.

E Charlotte não era a mais bela de todas as mulheres, pois a igreja que frequentava, ditava as regras de como ela tinha de se vestir. Mas seu jeito não deixava esconder uma sensualidade que atraía os homens, inclusive Jeremy. Mas essa atração era sempre controlada pela amizade que eles tinham e pelo modo que ela se apresentava à sociedade. Ela tem uma pele branca, olhos negros, seios fartos, pernas finas e bem cuidadas, e longos cabelos negros. Sua sensualidade era revelada a todos, não só pelo seu corpo. Mas também pela sua voz de travesseiro, que ao ouvi-la, fazia Jeremy ficar imaginando como seria ela gemendo de prazer e gozando gostoso.

Charlotte morava com a família: seus pais, dois irmãos e uma sobrinha chamada Dolores, ou irmã Dolores, para o pessoal da igreja: menina jovem com seus dezenove anos, devotada à igreja desde a infância, despertando o coração para a vocação religiosa, mas ainda iniciando a fase das descobertas e mudanças externas e internas, muitas vezes por parte de seus familiares, que não lhe ensinaram sobre a vida logo cedo, antes dela decidir ir para o convento.

Dolores era criada junto com a família de Charlotte. Mas a guarda dela era atribuída aos avós, pois a mãe dela temia que o pai pudesse levá-la embora para outro estado, para longe dela, da família e do convento. E isso era algo que ele sempre tentava fazer, lhe dando presentes caros e uma gorda mesada, que ela sempre fazia questão de aceitar, para doar tudo aos mais necessitados.

Dolores, jovem de olhos negros e injetados, mente inocente, corpo de mulher e hormônios despertando bem devagar em seu organismo por causa da rigidez religiosa, fazendo-a desabrochar emotiva e sexualmente para as ciladas desse mundo, sem a orientação devida, por causa dessa correria da modernidade e dos sacrifícios carnais em nome da fé. Por causa das represálias que sofria por parte da família e da igreja, isso fazia com que ela abafasse essas dúvidas e as tirasse à sua maneira.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.