Capítulo

Publicidade

O TREM-FANTASMA

Era uma sexta-feira 13 de bastante movimento no Bairro Jardins, em Aracaju. O parque de diversões que estava montado ao lado do Shopping com o mesmo nome do bairro, anunciou durante o dia todo num carro de som, uma promoção irresistível para o público, que lotou o trem-fantasma: ninguém pagaria para andar nele, até a meia-noite.

A fila estava enorme nesse dia, antes mesmo do parque abrir suas portas às dezoito horas. E mesmo depois de aberto, durante a noite toda a atração maior foi o trem-fantasma, principalmente por causa da promoção, já que todos os demais brinquedos eram pagos.

Já era quase meia-noite, quando o último grupo de pessoas entrou no trem-fantasma, mesmo com os alto falantes do parque anunciando o fechamento de suas portas. Os carrinhos pararam e todos ficaram tão impressionados com o cheiro realístico de sangue que tinha, que se sentaram rapidamente, independente se iam sujar as roupas ou não.

Quando os carrinhos começaram a entrar, o último grupo começou a rir, quando ao fazer a primeira curva, deram de cara com um cachorrinho e um gato, ambos de pelos pretos, mas com olhos vermelhos e brilhantes, parados, miando e latindo para eles. Eles riram quando viram as coleiras deles e na do cachorrinho estava escrito Alu e na do gato Bael. Um mais gaiato, tentou jogar algo neles, mas os bichinhos ficaram imóveis, dando a entender que faziam parte da decoração.

Já na segunda curva, o grupo percebeu que a decoração estava realista demais, até para um parque de diversões, porque os corpos mutilados, o sangue e as tripas eram reais demais. Aquilo estava deixando o grupo ainda mais amedrontado, pois escutaram gritos de agonia vindos de longe, como se alguém estivesse sendo morto brutalmente. Um dos jovens disse que aquilo estava dando medo demais.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.