Capítulo

Publicidade

O VENDEDOR DE RITUAIS

Silvano criava muitos animais em sua fazenda, localizado em Boca da Mata, Salvador. Mas o motivo para sua criação de bichos era obscuro ao extremo: fazia rituais de magia negra a um bom preço, os sacrificando sem pena. Sua casa era frequentada por pessoas ricas de todos os lugares da Bahia e do Brasil. Era comum aparecem por lá, principalmente figuras políticas, pois seus rituais eram cem por cento seguros e nunca falhavam.

Um dia, um estranho que queria se reeleger vereador em Aracaju, Sergipe, chegou lá com um galo embaixo do braço, para que Silvano pudesse fazer um ritual de magia negra para que ele pudesse obter sucesso em sua campanha eleitoral, mas a um preço bem acessível.

Silvano torceu o nariz, mandou que o homem fosse embora, mas depois aceitou o galo, dizendo que tinha no sítio dele, um cachorrinho chamado Alu e um gato chamado Bael, ambos de pelos pretos, que poderiam render juntos, um ritual muito mais poderoso, pelo preço que o homem queria. O homem entregou o dinheiro e Silvano preparou tudo para que o ritual fosse feito, mas o homem deveria ficar e participar de tudo, se não o sucesso não chegaria até ele.

Assim que escureceu, Silvano levou o cachorrinho e o gato para o centro de um pentagrama. Ambos estavam amarrados nas patas. Mas quando foi sacrificá-los, os demônios dentro dos dois animais se manifestaram, arrebentaram as cordas que os prendiam e atacaram Silvano, mordendo e lhe rasgando o pescoço e a jugular, fazendo o bruxo morrer ensanguentado em cima do pentagrama.

Depois disso, o gato e o cachorro olharam para o homem que tinha dado o dinheiro e como que por possessão, o mesmo pegou a faca que Silvano iria utilizar no ritual e abriu o próprio peito, oferecendo o próprio coração e a própria alma, para que as portas do inferno recebessem todas as almas que seriam enviadas por Alu e Bael. Assim, o mal poderia mais uma vez, correr livre, por todo o território nacional.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.