Capítulo

Publicidade

A FESTA GORE

Adolfo era um garotinho fascinado pela lua e o bairro onde morava em Campo Grande, a Chácara Cachoeira, por sua imensa quantidade de área verde, ajudava ainda mais esse fascínio, por oferecer a melhor visão dela, de qualquer parte. E ele era tão fissurado, que ficava acordado até tarde da noite na janela do quarto, apenas para admirar tão suntuoso satélite.

Seus pais já não sabiam o que fazer para que ele, o menino, deixasse a lua de lado e fosse dormir mais cedo, chegando até mesmo a dar de presente um cachorrinho chamado Alu e um gato chamado Bael, para que o mesmo se distraísse com os animais e esquecesse de vez essa obsessão pela lua. Mas a fixação de Adolfo pelo satélite era tanta, que quando a lua estava na fase nova, ele ficava tão entristecido, que chegava até mesmo a perder o apetite, por sentir falta daquela que era a sua melhor companhia noturna.

O tempo foi passando e a paixão de Adolfo pela lua continuava aumentando, até que um dia, quando estava comemorando o seu aniversário de treze anos, o adolescente olhou para a lua, a mesma estava em sua fase cheia, mas não foi a mesma coisa como das outras vezes: o corpo de Adolfo começou a mudar, aumentando de tamanho, ganhando pelos, garras e presas apareceram.

O garoto era filho de um lobisomem, mas somente sua mãe sabia e nunca contou ao marido que tinha engravidado de uma besta-fera. Porém era tarde demais para explicações, pois seus pais e demais convidados, foram as primeiras vítimas daquele jovem lobisomem, que mutilou, arrancou e devorou os corações de todos, transformando sua primeira lua-cheia, com muito sangue, fugindo depois para dentro do Parque das Nações Indígenas, encontrar seu verdadeiro pai, a fim de disputar o território.

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.