Capítulo

Publicidade

O FANTASMA DO CORREDOR

Todos os dias, sempre às três da manhã, todas as portas do décimo terceiro andar do luxuoso condomínio Phoenix Residence, localizado no Central, Macapá, começavam a tremer, fazendo com que os moradores tivessem o sono interrompido por aquele barulho que poderia ser algo normal por causa do aeroporto, ou era o gato e o cachorro de pelos pretos, da única vizinha que tinha bichos em seu apartamento no andar, mas não era.

Os moradores saíam assustados de seus apartamentos, tentando encontrar o causador de tamanha perturbação, mas nada: não havia nenhum sinal de quem poderia ser o autor de tamanho balburdia ensurdecedor.

Após tantas reclamações na última assembleia, os moradores juntamente com o síndico, resolveram instalar câmeras de segurança nos dois lados dos corredores de todos os andares do prédio, a fim de flagrar essa pessoa, que está sendo responsável por acordar todos os moradores do andar, pois se entrasse no prédio, todos iriam ver quem era.

A central de segurança começou a registrar as madrugadas do Phoenix. Nos primeiros dias, tudo tranquilo. Mas seis dias depois, o resultado das filmagens foi terrificante: o fantasma de uma mulher, como se estivesse desesperada, batia e sacudia as portas, como se procurasse por ajuda. Assustados com o que viram, os moradores convocaram um padre, que benzeu todo o prédio, o corredor do décimo primeiro andar. Só que o fantasma não parava de aparecer por lá.

Foi então que um investigador paranormal foi então contratado e, com dois dias dormindo no décimo primeiro andar, descobriram o horror daquele fantasma não querer sair dali: era a esposa de um ex-morador de um dos apartamentos, que tinha sido esquartejada e morta brutalmente por seu marido, e as partes do corpo foram emparedadas, por todo o apartamento, principalmente no quarto do casal.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.