Capítulo

Publicidade

O DOM DO DEMÔNIO

Denis morava numa casa de esquina no Conjunto Polar, em Fortaleza, e era um excelente músico violonista. Ele passava dias e dias estudando e se aperfeiçoando cada vez mais. Porém para ele, a vida seria bem mais perfeita, se o mesmo não fosse pobre e seu único instrumento de seis cordas não estivesse sendo comido pelos cupins.

Um dia, Denis estava sentado na porta de sua casa já bem tarde da noite, afinando seu violão, quando um estranho homem alto, forte e de pele avermelhada, tal como um índio, passava, sendo seguido por um cachorrinho, cuja coleira o identificava como Alu e um gato também de coleira, identificado como Bael, ambos de pelos negros. Esse estranho homem ouviu as notas tocadas por Denis e foi até o jovem.

Assim que a música o trouxe até Denis, o homem pediu ao jovem, para afinar o violão, pois disse ao rapaz que também era músico e conhecia uma afinação melhor e ainda garantiu que essa nova afinação o faria bastante famoso.

Denis, sem pensar duas vezes, entregou o violão ao estranho homem, que encostou o ouvido perto das cordas e começou a afinar, com um cuidado e uma precisão cirúrgica. O estranho homem passou intermináveis seis minutos afinando o violão de Denis e, quando o mesmo já desconfiava de suas palavras, ele o entregou de volta ao jovem.

Assim que Denis recebeu o violão de volta, o homem disse que ele podia tocá-lo. Quando seus dedos começaram a dedilhar as cordas, o jovem sentiu uma forte energia invadir seu corpo. Este, tomado por uma forte energia, tocou o violão sem parar, por meia hora, até seus dedos sangrarem.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.