Capítulo

Publicidade

NAMORO CANIBAL

Alessandra e George tinham se conhecido numa rede social proibida. A atração maior veio, principalmente, através de um anúncio deixado por ele: “homem procura parceira, para uma relação de amor e canibalismo, inspirada no caso de Garanhuns”.

Curiosa, Alessandra entrou em contato com George, respondendo o anúncio. Ele, empolgado, passou uma de suas redes sociais e, quanto mais conversavam, mais tinham coisas em comum. Eles estavam afoitos por terem descoberto que eram jovens, tinham entre 20 e 23 anos e moravam no mesmo bairro de Recife: o Boa Viagem, sendo que George morava perto da praia e Alessandra, perto do Shopping.

Não aguentando mais de tanta ansiedade, Alessandra resolveu conhece-lo pessoalmente. Marcaram dela e George se encontrarem na casa dele. E assim que a jovem de vinte anos o viu frente a frente, a paixão foi avassaladora, não apenas pelo fato de George ser bonito e educado, mas também porque ambos tinham uma boa posição social e adoravam animais de estimação. Alessandra conheceu Alu e Bael, o cachorrinho e o gato que George criava em sua casa. Eles conversaram bastante no sofá sobre esse desejo de experimentar o canibalismo e passaram horas falando sobre o tema.

Nos encontros seguintes foi que tudo começou. George aplicou em Alessandra uma anestesia local em suas pernas, depois pegou um bisturi e, com uma precisão cirúrgica, começa a retirar a carne das batatas dela. Depois de retiradas, ele limpou o sangue, costurou a pele e foi correndo para a cozinha, para preparar o jantar romântico, regado a vinho Amontilhado e música clássica.

Ao sentir o sabor da própria carne em seus lábios, Alessandra se apaixonou ainda mais por George e pelo novo prazer despertado. Tanto que ela sugeriu que ele fizesse um documento para ela assinar, alegando livre espontânea vontade provar da própria carne. Alessandro, que já esperava por isso, abriu uma gaveta, pegou um contrato e entregou para Alessandra assinar, onde a mesma não pensou duas vezes. Nele, constava que Alessandra iria morar com George, para juntos descobrirem os prazeres do canibalismo juntos. Alessandra assinou e George mandou que buscassem as coisas dela e começaram a morar juntos.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.