Capítulo

Publicidade

O Prédio

– Você foi um duro com eles, Bruce. – Sergio parou ao meu lado enquanto a nave subia.

– Há um certo padrão para esse trabalho, se eles não conseguem manter, que façam outra coisa.

            Havia diminuído significativamente a quantidade de pessoas ali, as ambulâncias levaram os feridos e a polícia já entrevistara boa parte das pessoas. Restavam apenas os suspeitos, os curiosos e os jornalistas. Dois detetives, Thiago e Willian, se juntaram a nós e entramos no prédio novamente. Agora sem a fumaça conseguíamos investigar o que acontecera.

            Com lanternas olhamos cada sala do prédio minuciosamente e além dos moveis de madeira, não havia nada que poderia queimar. Olhamos as fiações, mas estavam intactas, nenhum dos aparelhos eletrônicos entrara em curto e Lucy não encontrou nenhum sinal de perigo vindo do prédio. Subimos nos andares e não encontramos nada fora do ordinário. O último andar estava intacto, as chamas não tiveram tempo de chegar ali para destruir.

– Não foi um acidente. – Disse Thiago. Enquanto olhava os objetos sobre a mesa.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.