Drama
286
4

Capítulo

Publicidade

Jantar

            Ela ama minha barba. Encarei o espelho e odiei a pessoa que me olhou de volta. Passei a espuma, peguei a navalha e passei-a rente ao meu rosto. E em menos de dez minutos parte da minha identidade foi apagada. Joguei água gelada no rosto, sequei com uma toalha áspera e logo em seguida manchas vermelhas apareceram e sangue escorreu timidamente pelas minhas bochechas.

            Olhei no espelho por alguns instantes e observei aquela pessoa, não soube o que sentir e gostei dessa sensação. Limpei o rosto com a toalha, balancei a cabeça e sai do banheiro. Pelo corredor, passei por fotografias antigas e felizes. Desci as escadas e encontrei Carla bebendo vinho e fazendo o jantar, não fui incomodá-la. Peguei meu celular e subi novamente, passei pelos quartos e entrei num quartinho, solitário, que ficava no fim do corredor.

            Destranquei a porta e entrei no apertado espaço que ali era. Nas paredes, caixas com diversas coisas que, na maioria esmagadora, eram minhas. Caixas com meus CDs antigos, meus livros e histórias em quadrinhos. Meu violão estava ali, jogado no canto quase empenado, ao lado da minha guitarra. Ali havia antigas camisetas que Carla achava que não eram “adultas” que eu recusei jogar fora.

            Separei meus CDs, filmes e livros e os coloquei em uma caixa separada das outras. Havia um tempo que eu já fazia isso. A única coisa que faltava era a coragem de ir embora. Escutei a campainha e olhei no relógio, quase oito horas, minha irmã já havia chegado.

Sai dali levando um box de DVDs, bati a poeira que ficara na minha roupa e desci. Carla abrira a porta e eu os encontrei na sala. Minha esposa nada comentou, mas minha irmã sorriu ao me ver. Seu esposo fez uma piadinha sem graça, mas meu sobrinho não gostou do que viu.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.