Capítulo

Publicidade

DESEJO À FLOR DA PELE

O nome dela é Sarah: branca, cabelos loiros e olhos azuis, bem cuidada e apesar de malhar quase todos os dias, o que chama mais a atenção nela é seu bumbum avantajado. Ela é casada há 12 anos com um homem 15 anos mais velho do que ela, o Harry. Ela tem 43 anos e ele 58. Seu marido tem um filho do primeiro casamento chamado Brendan, que ela o chama carinhosamente de “meu menino” e o mesmo lhe chama de “mãezinha”.  Brendan tem 20 anos, mora com a mãe em Anaheim, mas nas férias da faculdade, passa algum tempo com o pai e a madrasta em Long Beach. É um menino ótimo, bonito, que gosta de esportes, de conversar e é uma ótima companhia para as noites entediantes.

No começo do relacionamento o sexo entre Sarah e Harry era algo fantástico. Trepavam quase todos os dias, faziam várias posições e gozavam aos montes. Noites, madrugadas, manhãs e tardes eram épicas naquela enorme casa em frente à praia. Mas de 05 anos para cá, o sexo foi esfriando. Foi ficando menos frequente, menos intenso e menos gostoso para o casal. Da parte de Sarah, o tesão, a vontade e a necessidade não diminuíram. Mas da parte de seu esposo Harry, a relação foi esfriando até chegar onde estão nesse exato momento.

Para não deixar que a mesmice tomasse conta, Sarah tentou conversar, propor que seu esposo fizesse exames, tomasse Viagra. Aquela mulher, morrendo de amores por seu esposo tentou de tudo, mas sem sucesso. Agora as transas eram semanais, rápidas e ela raramente chegava ao orgasmo. Às vezes, após o sexo, bate um desespero no final: Sarah se descabela toda e berra com Harry, reclamando que quer mais, que quer pica e que quer gozar.

Numa das vezes que a trepada não deu certo, Sarah não reparou que a porta do quarto não estava totalmente fechada. E no auge do desespero por não ter gozado, ela berrava que queria gozar, que queria um caralho duro, apertava o pênis de Harry:

- Endurece porra! – Dizia Sarah masturbando o marido – Eu quero mais!

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.