Capítulo

Publicidade

Capítulo 31

- Todas as crianças estão na escola. – Bruno deu de ombros e eu franzi o cenho. - Uma espécie de festa do pijama pra dar folga aos adultos.  – Suspirei mais aliviada, antes de voltar a olhar pra Apolo do meu lado.

- Demorei meses na reforma. – Ele estava distraído, ainda olhando as chamas queimarem as paredes da nossa casa. Não se pode apagar uma fogueira acesa na Festa da Lua, mesmo que o combustível da fogueira seja a porra da sua casa.

Planejaram tudo, depois do ritual de união, o mais lógico seria que viéssemos para casa, não que nos atacássemos várias vezes, como dois búfalos no cio, no meio da floresta. Não que eu esteja reclamando, afinal estamos vivos.

- Vamos dar um jeito, não se preocupe.

- Vai demorar meses para deixar uma cabana confortável para você de novo. – Apertei seu braço, tentando transmitir uma calma que definitivamente não estava sentindo.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.