Capítulo

Publicidade

Capítulo 19

Desmaiar como uma donzela em perigo foi ridículo. O cúmulo do absurdo! Mas talvez, só talvez, se isso não tivesse acontecido, eu não teria percebido o que estava bem na minha cara desde sempre. Felizmente a dor na minha cabeça me fez acordar, e olhar em volta, tentando entender o que estava acontecendo. Mulheres afastavam as crianças, que antes brincavam junto com o Toninho, aos poucos vários lobos apareciam no lugar de homens, todos com os pelos eriçados, enquanto rosnavam para a cena que acontecia no centro de tudo.

O filho de licáon estava lutando com um enorme lobo preto. Eles rolavam pelo chão de terra batida, enquanto um tentava morder o outro. Os rosnados eram tão altos, que fiz uma careta, controlando a vontade de tampar os ouvidos. Garras rasgavam pele e músculo e o cheiro de sangue, fez a minha coluna estremecer, tensa, pronta pra lutar também. Mas o que fez o meu coração se acelerar, ao ponto de quase sair do peito, foi que o cheiro de sangue não era só do filho de licáon, era de Apolo também, o lobo negro, tentando afastar aquele troço grotesco de mim.

- Não. Não. Não. Não – Levantei com as pernas trêmulas.

- Senhora! – Virei um segundo pra ver quem tinha me chamado, mas um ganido de dor me fez voltar a olhar a cena na minha frente.

Mais filhos de licáon saiam da floresta, no exato momento em que Apolo perde o controle sobre a sua forma e cai no chão, como humano. Ele tem mordidas e arranhões por todo lado, mas isso não é nada se comparado ao ferimento do braço, que pende frouxo do ombro, preso apenas por alguns tendões e faixas de pele. Sangue desce fresco pela ferida e o cheiro que sobe da dilaceração feita em sua carne não deixa dúvidas de que Apolo não se transformou, para se defender, ele foi envenenado. Eu não sei como e muito menos o porque, só deixo um grito alto e angustiado sair dos meus lábios.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.