Capítulo

Publicidade

Capítulo 49

O delegado Abdala recebeu os investigadores em sua sala e os fez sentar em frente sua mesa. Depois fechou a porta passando a chave. Teixeira e Alberto sabiam que quando o delegado fazia isso, o assunto deveria ser muito delicado.

- Bom, – começou o delegado raspando a garganta e engolindo saliva – parece que nós cometemos alguns erros na nossa investigação.

Teixeira e Alberto puderam notar que o delegado se incluiu no “erro” colocando a palavra “nós” na frase.

- Na verdade, nós fomos induzidos a esse erro, – continuou doutor Abdala encolhendo os ombros e abrindo os braços –  afinal, as provas e as descobertas que encontramos enganariam a qualquer um!

- O senhor acha que os dois que estão presos não têm culpa alguma? – Interpelou Alberto demonstrando nervosismo. – O que explica: as ligações, os espermas nas camisinhas, o Fausto ter estado no consultório do psicólogo?

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.