Capítulo

Publicidade

Capítulo 6

Acordar com o celular tocando, depois de ter passado por uma noite de merda, não era agradável. Estiquei o braço para o criado mudo e franzi o cenho com o peso na minha cintura. Abri um olho só e espiei uma muralha bem quente e cheia de músculos atrás de mim, me remexi para sair dos seus braços.

- Meu anjo, para com isso. – Sua voz estava mais rouca que o normal. – Vai ficar difícil me controlar, com você rebolando essa bunda gostosa em mim.

- Que merda, Apolo! – Rosnei, finalmente conseguindo me afastar. Alcancei o telefone no criado mudo, ao mesmo tempo que Apolo voltou a me puxar para o seu corpo. – Não mandei você dormir na porra do sofá?!

- Onde você tá? – A voz histérica da Janice me cumprimentou do outro lado da linha. – Ou melhor, por que não está no stúdio? – Mordi o lábio, quando senti a língua dele no meu pescoço.

- Me solta, Apolo. – tentei me afastar, sem querer me afastar, se é que isso faz algum sentido.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.