Capítulo

Publicidade

Capítulo 20

            Doutor Seixas saiu da solitária com sua comitiva dando ordens para que Hector, Ferrugem e Berinjelo, levassem Fausto para sua cela.

            O caminho parecia mais longo que uma procissão. Fausto foi ladeado pelos policiais tentando esconder o rosto para que os detentos não o reconhecessem, agora que todas as luzes do presídio estavam acesas. Mas mesmo assim, quando passou pela porta de uma das celas um detento gritou lá de dentro:

            - Olha só irmãos, aquele cara que apareceu no jornal.  Estuprou e matou uma mina com várias facadas!

            - Ei, seu polícia, - falou outro detento de aparência fantasmagórica -  pr’onde cês vão levá essa donzelinha? Deixa ela aqui cum a gente!

            Fausto se encolheu tapando mais o rosto e quase empacou, tremendo de medo.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.