Capítulo

Publicidade

O bêbado

Era uma noite de sexta, fria e seca mas o calor humano era enorme. Eu fui para um bar e me lembrei do que meu terapeuta me disse. Ele me pediu para não beber álcool, para que eu não externasse meus demônios interiores. Então, eu pedi um copo de rum, com refrigerante de cola, limão e gelo. Senti orgulho de mim mesmo, pois estava há um ano sem fazer uma vítima sequer, desde que fora condenado a passar cinco anos em um hospital psiquiátrico.

Porém as vozes de Zozo e Sinoson em minha cabeça, me ensinaram como eu deveria me comportar, para poder ser solto o mais breve possível e em um ano, estava livre. Mas mesmo assim, sou obrigado a frequentar um terapeuta e ele, após alguns meses me tratando, disse que eu não devo beber, ao contrário do que meus demônios me disseram. Fiz uma escolha saudável naquela festa de Ano-Novo e o conselho do terapeuta foi o mais correto.

Enquanto muitos festejavam o ano-novo, um homem embriagado recém saído de um bar, buscava um local para dormir em meio à grande festa que acontecia na cidade. Como não achou, entrou novamente no bar e começou a falar alto, se comportando como um valentão.

Infelizmente, estava tão bêbado que foi procurar briga comigo. Eu, que estava tentando fugir de confusões e tentar ser uma pessoa normal em sociedade, fui encontrar esse homem que se esbarrou em mim, derrubou cerveja em minha roupa e ainda queria partir para cima a todo custo, alegando que eu é que tinha colocado o pé para ele cair.

Segurei a vontade de quebrar a garrafa de cerveja que tinha na mão e cortar a garganta dele ali mesmo, pelo prazer de ver o sangue jorrar novamente, para um momento mais oportuno, Foi aí que o bêbado pagou a conta, se despediu do que poderia serem seus amigos e eu fui acompanhando a saída dele do bar, contando mentalmente de um até trinta.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.