Capítulo

Publicidade

PROIBIDO SOM AUTOMOTIVO

Jimmy era um jovem mecânico e seu futuro era promissor na oficina de seu avô, que ficava em Austin. Até que um dia, o homem que lhe ensinara tudo sobre carros, morreu por consequência da idade. Com medo de desenvolver uma depressão, ele resolveu largar a oficina, entrar no carro herdado pelo avô e viajar pelo país.

Dois dias de viagem depois, tinha acabado de parar sua herança num posto de gasolina. O velho opala era um modelo clássico muito bem conservado. E a cor preta do carro, também denunciava o tipo urbano que era.

Pediu para o frentista completar o tanque e saiu do carro, sem baixar o volume do som. O rock estradeiro da banda Motorhead cantava solto e alto, através das pequenas bocas de oito polegadas, localizadas em cada porta.

De repente, um homem chegou perto dele latindo como um cão raivoso, dizendo que naquele lugar era proibido ouvir aquela música demoníaca. Por isso Jimmy tinha a obrigação, como dono do opala, de desligar o som de seu veículo.

Jimmy, calmamente, disse que se o homem pedisse com educação, o faria. Mas como ele veio com ignorância, iria deixar o som no volume que estava.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.